terça-feira, 30 de junho de 2009

Novéis Tangedores


Acontece no próximo dia 3 de Julho pelas 19h, no Instituto do Vinho da Madeira, um concerto com alunos de Cordofones Tradicionais Madeirenses do GCEA, orientados por mim e pelo meu colega Rodolfo Cró.
Irão acontecer algumas simbioses com outros instrumentos, que de uma forma ou de outra, não são habitualmente comuns.
Este concerto intitulado de "Novéis Tangedores", tem como principal objectivo a promoção da prática dos nossos tradicionais cordofones, remetendo para uma Escola (no seu sentido lato) da prática do Machete na Madeira existente na segunda metade do século XIX, com exímios tocadores e compositores, como é o caso de Cândido Drummond de Vasconcellos, A. J. Barbosa, e ainda Monteiro Cabral.
O repertório a executar será maioritariamente novecentista, para machete, de compositores madeirenses, bem como também reportório internacional de séculos anteriores, adaptado aos cordofones tradicionais.

Mais uma oportunidade de ver os nossos Novos Tocadores dos nossos machetes...
Apareçam!


domingo, 28 de junho de 2009

Tese de Mestrado sobre os nossos "Machetes"

Foi de bom grado que recebi a notícia pelo Jorge Sousa (Presidente e músico da Associação Cultural Encontros da Eira) que Carla Sousa (filha), flautista actualmente a estudar no Reino Unido, irá apresentar a sua Tese de Mestrado intitulada "Cordofones Tradicionais das Ilhas da Madeira".
Desejo a maior força à Carla para este seu trabalho!
Passo a citar:


O Royal Norttheern College Of Music aceitou que a tese de mestrado da Carla Sousa versasse sobre os Cordofones Tradicionais das Ilhas da Madeira.


O Royal Northern college of Music não tem por hábito aceitar temas de dissertação na área da etnomusicologia de outros países, visto não possuir no seu staff um etnomusicólogo que possa orientar as teses.
Numa primeira instância, o tema escolhido pela Carla Sousa, não foi aceite, pois o RNCM achou que não poderia fornecer-lhe o apoio que iria necessitar.


Mas após a Carla apresentar devidamente o tema, as ideias e objectivos ao Dr. Kris Worsley, orientador da tese desta flautista madeirense, a mesma ganhou o seu total apoio e, consequentemente, o título da dissertação Cordofones Tradicionais das Ilhas da Madeira, acabou por ser aceite.


Esta é sem dúvida mais uma grande vitória da Carla Sousa e da nossa Madeira e Porto Santo que vêm os seus Cordofones (o braguinha, a viola de arame, a viola madeirense e o rajão) serem tema de estudo num país como o Reino Unido, que como é sabido é um povo muito conservador e apegado a tudo o que é anglo saxónico.


Para além da pesquisa em vários documentos escritos e dos conhecimentos próprios (faz parte do grupo Encontros da Eira desde os 16 anos, à 9 anos) a Carla Sousa teve apoio de dois muisicólogos consagrados na nossa praça.Vítor Sardinha e Manuel de Morais.